A Covid-19 tem, literalmente, tirado o sono de muitas pessoas que têm sentido diversos impactos além dos relacionados à saúde e à economia. Em meio ao cenário que estamos vivendo, pesquisadores da Finlândia investigaram a incidência de pesadelos relacionados à pandemia. Muitas foram as queixas recebidas e o número de casos de pesadelos triplicaram depois do lockdown.

De acordo com os pesquisadores, a ligação entre os acontecimento é direta e foram analisadas cerca de 1.000 pessoas de diversas idades. Ao classificar os pesadelos foi possível observar que mais da metade das pessoas tiveram pesadelos relacionados a Covid-19.

Foto: Ivan Oboleninov/Pexels

Ligação dos sonhos e a Covid-19

O estudo coletou dados de cerca de 4 mil finlandeses durante a sexta semana de lockdown. Destas, cerca de 800 compartilharam com os pesquisadores informações detalhadas sobre o que foi “vivido” durante seu sono.

Uma pesquisadora relatou que ficou impressionada com as associações repetidas de conteúdo. Ela ainda contou que grande parte das pessoas refletiam sobre um ambiente apocalíptico imposto pelo Covid-19.

De acordo com a estudiosa, os resultados obtidos permitiram que circunstâncias extremas durante os sonhos fossem especuladas. Estas revelaram imagens visuais e traços de memória claros de cada indivíduo. Segundo ela, a ideia refletida pelos sonhos é intrigante.

Mais detalhes sobre a pesquisa

Cada sonho foi transcrito pelos pesquisadores em uma lista de palavras alimentadas por um algoritmo de IA, que buscava associar palavras que apareciam de maneira mais frequente. A partir de trechos de cada sonho foi construído um banco com dados oníricos.

Foram identificados 33 grupos de sonhos, onde 20 deles foram classificados como pesadelos e 55% deles contendo conteúdos relacionados à pandemia. Entre os sonhos foram apontadas algumas questões, como: contágio, incapacidade de distanciamento, problemas com máscara e apocalipse. Segundo pesquisadores, a abordagem usada baseada em linguística computacional é a mais atual e específica para pesquisas de sono.

O estresse causado pela Covid-19

Além dos pesadelos, os níveis de estresse entre as pessoas tiveram altas porcentagens. O estudo percebeu que 54,2% das pessoas dormiram mais durante o período de lockdown, porém 28,6% destas tiveram despertares noturnos e 26% diversos pesadelos.

O sono ruim e agitado gera estresse e, curiosamente, os mais estressados foram aqueles que mais tiveram pesadelos. A pesquisadora informou que pesadelos intensos e repetidos podem acarretar em um estresse pós-traumático, despertando diversos problemas aos indivíduos.

A pesquisa ainda mostrou a importância do sono no dia a dia de qualquer pessoa. O mesmo foi apontado como um fator central de todos os problemas relacionados à saúde mental.

Você também teve pesadelos durante o auge da Covid-19? Sabemos que muitas pessoas tiveram suas preocupações triplicadas e ainda estão sofrendo com o que a pandemia gerou.

Se acostumar com o “novo normal” não tem sido uma coisa fácil. O fato da incerteza ainda vem tirando o sonho de muitas pessoas. É importante falarmos sobre o cuidado com a saúde mental neste período, pois ele irá proporcionar mais tranquilidade no dia a dia.

Compartilhe o conteúdo com outras pessoas para que saibam detalhes sobre a pesquisa feita. Ficou curioso e quer saber mais sobre o estudo? Clique aqui!

Fonte: News Wise

Tags: | |

Quer ficar bem informado?

Inscreva seu e-mail no Meu Grande ABC para receber atualizações com as últimas notícias da nossa região, do Brasil e do mundo, além de conteúdos sobre tecnologia, finanças, saúde, entretenimento e muito mais.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Redação
Redação

Encontre no Meu Grande ABC notícias publicadas nos principais veículos de comunicação da região e do país, selecionadas pelos nossos editores, além de conteúdo sobre tecnologia, saúde, bem-estar, entretenimento e muito mais.